ACÓLITOS E CERIMONIÁRIOS

O Ministério de Acólito remonta aos primórdios da Igreja. O padroeiro dos Acólitos é São Tarcísio de Roma que foi acólito na Igreja antiga, sendo martirizado por defender a Sagrada Eucaristia. Era um menino santo que serve, hoje, de exemplo para os que participam dessa pastoral.

Antigamente, o serviço do altar na Santa Missa era feito pelos “meninos do coro”: meninos adolescentes que participavam do coro das igrejas, daí o termo “coroinha”. Eles recitavam as orações e acompanhavam o sacerdote nas funções litúrgicas (cantar, servir ao altar, etc.). Hoje, o termo Acólito, ao invés de coroinha, vem sendo mais utilizado, por ser mais abrangente e exato. Portanto, o Acólito é aquele que acompanha e serve o presidente da celebração da missa, que tanto pode ser o bispo como o presbítero. Em segundo lugar, acompanha e serve o diácono, o ministro extraordinário da comunhão, o seminarista ou outras pessoas que precisam de ser ajudadas durante a celebração.

Em nossa paróquia, temos vinte e três Acólitos, entre crianças a partir dos cinco anos de idade e adolescentes. Junto a eles vem a pastoral dos Cerimoniários que, segundo Paula Santana de Carvalho, cerimoniária desta Catedral, são aqueles jovens, geralmente a partir dos 15 anos, que sentem o chamado de Deus para servir ao Altar e auxiliar nas celebrações de sua Paróquia. Em alguns lugares são chamados de acólitos, mas a função que desempenham é a mesma: conhecer os ritos da missa, as particularidades de cada celebração, auxiliar na liturgia e antecipar possíveis problemas para que o momento da Comunidade com Deus seja harmô- nico e agradável.

Na nossa Catedral temos dez cerimoniários e, ainda esse ano, o grupo irá se expandir. Levando como lema: “Ele nos chamou a uma vocação santa” (2Tm 1, 9), nós nos dedicamos ao serviço do Altar e procuramos estar sempre presentes nas celebrações em outras Paróquias, quando convidados. Reconhecemos que é essencial para o serviço a que nos propomos ter responsabilidade, dar exemplo, manter a amizade e, acima de tudo, amar a Eucaristia! Não importa se o jovem está no ensino médio ou na faculdade, sempre vamos nos ajudar e acompanhar o ritmo que for necessário para incluí-lo em nossos movimentos.

São funções do cerimoniário: organizar as procissões sejam elas de entrada ou de saída, e ainda procissões externas à Igreja; por e depor as insígnias episcopais (báculo e mitra), bem como o solidéu; segurar a casula e acompanhar o sacerdote celebrante nas incensações do altar, das oblatas, da cruz, círio pascal e imagens, caso não haja diáconos na celebração. É também dever do cerimoniário organizar coroinhas e acólitos e distribuir tarefas, saber marcar o Missal Romano.

ACÓLITOS

COORDENAÇÃO: Ana Letícia Carvalho Batista e Paula Santana Carvalho

CERIMONIÁRIOS

COORDENAÇÃO: Arthur Cardoso Antonangelo e Paula Santana Carvalho

SEJA BEM VINDO!
  • Grey Facebook Icon

A Catedral de Uberaba tem o maior prazer em te acolher no nosso espaço virtual. Aqui é o lugar ideal para que você fique por dentro de tudo o que acontece em nossa igreja. 

Participe conosco!

LOCALIZAÇÃO

Rua Tristão de Castro, nº 17

Centro - Uberaba/MG

(34) 3315-1775

catedraluberaba@gmail.com

CONECTE-SE